A

 

Ação

Uma medida que visa influenciar o curso de um projeto.

Ação Corretiva

Ação implementada para eliminar as causas, após detecção de uma não-conformidade, um defeito ou uma situação indesejável. Não confundir com correção: ação de reparo, ou retrabalho ou de ajuste relacionada ao tratamento de uma não-conformidade (efeito) e não é eliminação de sua causa.

Ação Preventiva

Ação implementada para eliminar as causas, após admitir a possível ocorrência de uma não-conformidade, um defeito ou uma situação indesejável.

Aceitação do Projeto

[inglês: Acceptance]. Aprovação dos resultados do projeto.

Administração

Refere-se a áreas típicas das organizações como: finanças (contabilidade, taxas, impostos, etc.), pessoal (efetivos, contratações, direitos e deveres, etc.), patrimônio (imóveis, máquinas, veículos, etc.), entre outras. No âmbito de projetos, o termo gerenciamentoÉ o mais utilizado.

Agente de Desenvolvimento Organizacional

Pessoa capaz de desenvolver comportamentos, atitudes e processos que possibilitam à organização transacionar proativa e interativamente com os diversos aspectos do ambiente e do sistema considerados. Ver também desenvolvimento organizacional.

Alta Direção

[inglês: upper management]. Abrange os executivos ou líderes de escalões superiores, que compartilham a responsabilidade principal pelo desempenho e pelos resultados da organização. Ver também gerência.

Análise dos Stakeholders

Análise das organizações, grupos ou pessoas interessadas ou envolvidas no projeto a fim de conhecer as suas expectativas e anseios com relação ao projeto, bem como os potenciais e interesses para contribuir. A análise dos stakeholders é entrada importante para a definição da estrutura organizacional do projeto e das respectivas responsabilidades e para o gerenciamento da comunicação.

Aprendizagem

A aquisição e compreensão de informações que podem levar é melhoria ou mudança. Pode-se diferenciar entre aprendizagem organizacional e aprendizagem individual.

Aprendizagem Individual

Inclui capacitação, treinamento e profissionalização de pessoas.

Aprendizagem Organizacional

Inclui a aplicação de instrumentos como, por exemplo, benchmarking, avaliação interna ou externa, auditoria, lições aprendidas, entre outros.

Área de Conhecimento

(em gerenciamento de projetos). Uma área identificada de gerenciamento de projetos definida por seus requisitos de conhecimentos e descrita em termos dos processos que a compõem, suas práticas, entradas, saídas, ferramentas e técnicas.

Árvore de Objetivos

Instrumento para a análise de objetivos. Trata-se de um diagrama baseado na Árvore de Problemas, da qual os problemas são transformados em estados positivos. Assim, a relação causa - efeito é transformada em relação meio - fim. A Árvore de Objetivos visualiza uma situação ideal, a partir da qual são analisadas as estratégias alternativas para o projeto.

Árvore de Problemas

Instrumento para a análise de problemas. Trata-se de um diagrama que visualiza uma situação-problema e as relações de causa-efeito entre os problemas considerados relevantes dentro da temática escolhida para o futuro projeto. Parte de um único problema central, para garantir o foco da análise.

Atitude

Comportamento ditado por disposição interior. Maneira de agir em relação às pessoa, objeto situação.

Atividade

A menor unidade de trabalho dentro de um projeto. Atividades podem ser agregadas numa tarefa.

Atividades Principais

Elementos do Quadro Lógico. Cada resultado é desagregado em atividades principais que representam subsídios para uma primeira estimativa dos recursos necessários para a realização do projeto.

Atribuição

Responsabilidade própria de um cargo ou função.

Auditoria

Um conjunto de atividades, planejadas e documentadas, realizadas por pessoas qualificadas, para investigar, examinar ou avaliar as evidências mostrando o grau de avanço e eficiência de um projeto.

Avaliação

Comparação do planejado com o alcançado. Para medir o grau e a qualidade de um objetivo (de um projeto, por exemplo) utiliza-se indicadores, previamente estabelecidos ou posteriormente desenvolvidos. Serve também para obter subsídios a fim de melhorar sucessiva e sistematicamente o planejamento e a implementação de projetos, e com isso o desempenho da organização.

Avanço

Desenvolvimento para um estado melhor. O avanço relaciona o progresso do desenvolvimento e assim mostra a relação entre o estado atual e o estado inicial.

B

topo

Benchmark

[inglês]. Referencial de Excelência. Líder reconhecido mundialmente, no País, na região e/ou no setor, utilizado para efeito de comparação de desempenho. O termo também pode ser utilizado para designar uma prática ou um resultado que seja referencial de excelência.

Benchmarking

[inglês]. Atividade que compara processos, práticas, funções e resultados com os de líderes reconhecidos para identificar as oportunidades para melhoria da qualidade. Trata-se de um processo contínuo, que pode incluir a comparação de estratégias, produtos, serviços, operações, processos e procedimentos.

Benefícios

As vantagens e/ou melhorias que o grupo-objetivo alcança através de um projeto de intervenção.

Benefits Management

Parte integral do Gerenciamento de mudanças que foca na entrega de benefícios quantificáveis e relevantes para o negócios da organização.

C

topo

Caminho Crítico

Num diagrama de rede (PERT), a seqüência de atividades mais longa do início até o término do projeto, sem qualquer possibilidade de reduzir a duração. Portanto, o caminho crítico representa o tempo mínimo possível da duração de um projeto.

Capacitação

Processo de aprendizagem que visa ampliar a capacidade de desempenho profissional. Ela pode ser realizada em eventos formais, como cursos, seminários, palestras, etc., ou durante a aplicação prática (learning by doing). A capacitação em eventos pode ser complementada através de uma mentoração.

Carta de Cessão

Documento, assinado pela autoridade responsável da organização, que manifesta o compromisso de ceder determinados recursos humanos para a realização do projeto.

Carta do Projeto

[inglês: Project Charter]. Documento técnico, aprovado pelo Sponsor, que delineia as orientações básicas e a filosofia do projeto. Caso exista um conselho ou comitê diretor do projeto, a Carta do Projeto é base de referência para as decisões. É o produto final da fase de concepção e reconhece formalmente a existência do projeto.

Chuva de Idéias

[inglês: Brainstorming]. Exercício criativo no qual se solicita aos participantes expressar rapidamente as suas idéias a respeito de um tema ou uma pergunta definida, sem pensar imediatamente nas conseqüências. As contribuições podem ser feitas por escrito em fichas ou faladas em voz alta. As idéias são visualizadas e estruturadas conjuntamente. Durante a chuva de idéias não se deve avaliar as idéias como, por exemplo, boas/ruins ou adequadas/ inadequadas.

Ciclo de Projeto

[inglês: Project Cycle]. Um conjunto de fases cujo número e denominação são determinados pelas necessidades da organização responsável pelo projeto. As quatro fases básicas são concepção, planejamento, implementação e finalização.

Cliente

Indivíduo, grupo ou organização que requisita, é receptor ou que paga por um bem ou serviço. Um cliente pode ser interno, ou seja dentro da organização, ou pode ser externo.

Comitê Diretor

[inglês: Steering committee]. Grupo formal de stakeholders responsáveis pela direção estratégica do projeto. Os seus membros representam os clientes ou os donos do projeto.

Competências

(em gerenciamento de projetos). O conjunto de conhecimentos de uma pessoa (sobre gerenciamento), habilidades (o que sabe fazer, o que domina), capacidade (faculdade ou potencial para lidar com algo) e atitude (maneira de agir em relação a pessoas).

Componente (da WBS)

O principal deliverable da WBS quando um projeto é "decomposto", a fim de definir o seu escopo. Os componentes podem ser idênticos ou parecidos com os resultados definidos no Quadro Lógico. Sempre deve ser considerado o componente "Gerenciamento do Projeto", que não é resultado no Quadro Lógico, mas que exige um trabalho considerável.

Comunicação

A transmissão de informações de tal maneira que o receptor compreende o que o emissor pretende.

Conceito

Um conjunto de idéias. Abstração.

Concepção

A primeira das quatro fases seqüenciais do ciclo de projeto genérico, na qual são analisadas as possíveis alternativas, objetivos, resultados e recursos. A fase termina com uma decisão formal se haver?ou não um projeto.

Conhecimento

Parte da hierarquia dados, informação e conhecimento. Informação em conjunto com orientação para a ação é conhecimento.

Consenso

Processo decisório onde se procura encontrar uma proposta aceitável o bastante para que todos os membros de um grupo possam apoi?la; para que nenhum membro se oponha a ela.

Controle

Função gerencial. Implica nos subprocessos de estabelecer padrões de desempenho, elaborar e aplicar técnicas de monitoramento, decidir ações corretivas e estabelecer um sistema de informação gerencial do projeto. Para exercer a função é pertinente usar um sistema de informação gerencial do projeto.

Coordenação

Função gerencial. Procura aproximar, ao máximo, os resultados apresentados com a situação anteriormente planejada.

Correção

Ação de reparo, ou retrabalho ou de ajuste relacionada ao tratamento de uma não-conformidade (efeito) e não é eliminação de sua causa.

Criatividade

A geração de idéias para alcançar novas ou melhoradas práticas de trabalho ou novos produtos ou serviços.

Critério

Regra ou padrão pelo qual as alternativas são pontuadas ou hierarquizadas, de modo que se permita a escolha daquela mais eficaz ou desejável.

Cultura Organizacional

O completo espectro de comportamentos, ética e valores que são transmitidos, praticados ou reforçados pelos membros da organização.

Curso

Evento de capacitação onde o propósito principal é a aprendizagem dos participantes. Ver também workshop e seminário.

D

topo

Dado

Elemento identificado em sua forma bruta que, por si s? não conduz a uma compreensão de um fato ou situação. Dados precisam ser processados para se tornar informação.

Decomposição

Num projeto, isto envolve a subdivisão de um produto (deliverable) maior em elementos menores e mais facilmente gerenciáveis, at?que chegam ao tamanho para possibilitar as atividades do projeto (planejamento, implementação, controle e finalização).

Deliverable

Literalmente "entregável" É qualquer resultado ou elemento que precisa ser produzido para completar o projeto ou parte dele. Os maiores deliverables chamamos de componentes do projeto, todos os demais são elementos. Os elementos do nível inferior da WBS são chamados Pacotes de Trabalho.

Desempenho

Resultados obtidos de processos e de produtos que permitem avali?los em relação às metas, aos padrões, aos resultados históricos e a outros processos e produtos.

Desenvolvimento

Processo em que uma sequencia de atividades visa melhorar sucessiva e sistematicamente uma determinada situação.

Desenvolvimento Organizacional

A aplicação de técnicas, pesquisas e teorias das ciências comportamentais para mudar a cultura de uma organização a fim de alcançar os objetivos dela através de participação, decisões compartilhadas e desenvolvimento de equipes.
O seu propósito é capacitar a organização para adaptar-se melhor e mais rapidamente às mudanças externas de novos mercados, regulações e tecnologias.

Desenvolvimento Sustentável

Conceito de desenvolvimento que tem como idéia básica a promoção de um modelo ou padrão de desenvolvimento permanente, com durabilidade de resultados e que tenha condições de manter-se ao longo do tempo.

Dicionário da WBS

O documento que descreve cada elemento da WBS. A partir das definições e explicações dadas neste documento, todos membros da equipe e os demais stakeholders internos devem ser capazes de entender o respectivo elemento. No Dicionário da WBS não são descritas as atividades necessárias para produzir o elemento, senão as suas características e trabalho contido nele.

Diretrizes

O conjunto de instruções, procedimentos, propósitos, normas ou indicações que devem ser considerados para se levar a termo um projeto.

Documentação

A coleção e o registro sistemáticos de informações relevantes para o projeto, seja em forma de relatório ou não. A documentação serve para a produção e distribuição de informações específicas, assim como registro de todos os acontecimentos importantes durante o ciclo do projeto.

E

topo

Efetividade

Refere-se à relação entre os resultados alcançados e os objetivos propostos ao longo do tempo.

Eficácia

?fazer as coisas certas, produzir alternativas criativas, maximizar a utilização de recursos, obter resultados.

Eficiência

?fazer as coisas bem, resolver problemas, salvaguardar recursos, cumprir com seu dever e reduzir os custos.

Elemento (da WBS)

O mesmo que entrega ou deliverable.

Entradas

[inglês: Inputs]. Insumos. Conjunto de recursos e informações que são transformados através de processos em saídas (produtos ou serviços). As saídas de uma fase do projeto se transformam em entradas da fase seguinte.

Entrega principal

Parte da Lógica de Produção do Novo Quadro Lógico. É o primeiro nível de desagregação do resultado do projeto. A partir das principais entregas podem ser estimados os recursos necessários.
Também servem como ponto de partida para o posterior detalhamento do escopo do projeto, aplicando a WBS.

Escopo

[inglês: scope]. A soma dos produtos e serviços providos pelo projeto. Assim o escopo delineia a abrangência de todo o trabalho a ser realizado pela equipe do projeto, mas apenas o trabalho necessário. O gerenciamento do escopo de um projeto é fator crítico, porque a sua mudança praticamente sempre implica em ajustes de prazos ou custos.

Escopo do Produto

As características e funções que descrevem um produto, serviço ou resultado.

Escopo do Projeto

[inglês: project scope]. Delineia a abrangência de todo o trabalho a ser realizado pela equipe do projeto, mas apenas o trabalho necessário. O gerenciamento do escopo de um projeto é fator crítico, porque a sua mudança praticamente sempre implica em ajustes de prazos ou custos.

Escritório de Projetos

Tradução livre do inglês: Project Management Office, cuja abreviação PMO é amplamente usada. É uma unidade organizacional onde se detém e domina a metodologia utilizada pela organização para gerenciar projetos. Ela assessora todos os projetos da organização na aplicação de métodos e técnicas de gerenciamento de projeto e estabelece e mantém um sistema de informação gerencial para os projetos.

Estimativa

O cálculo antecipado de resultados quantitativos, geralmente aplicada aos custos, recursos e duração de um projeto.

Estratégia

O caminho mais adequado a ser seguido para alcançar os objetivos da organização ou do projeto.

Estrutura Organizacional

Identificação dos principais envolvidos de um projeto e as suas relações hierárquicas. A forma visualizada da estrutura organizacional é o organograma.

Execução

Fase do projeto. O mesmo que implementação.

F

topo

Facilitador

O mesmo que moderador. O papel do gerente de projeto é cada vez mais visto como o de facilitador e menos do controlador.

Fase de Projeto

A divisão do ciclo de projeto no maior conjunto lógico de atividades relacionadas.

Feedback

[inglês]. Ver retroalimentação.

Finalização

Última fase do ciclo de projeto, na qual os beneficiários das melhorias pretendidas pelo projeto são preparados para assumir adequadamente a manutenção e garantir a sustentabilidade. A fase também é chamada encerramento ou fechamento.

Fonte de Comprovação

Indica onde se encontram os dados ou as informações relativos a um projeto.

Função

No contexto da organização é o “papel a desempenhar?

G

topo

Gantt Chart

[inglês]. Diagrama Gantt. É um diagrama que utiliza barras e outros símbolos que ilustram momentos importantes e a duração de atividades de um projeto numa escala de tempo horizontal.

Gerência

[inglês: Management]. No sentido institucional. Refere-se às pessoas (ou grupos) que executam funções gerenciais, às suas atribuições e papéis.

Gerenciamento

[inglês: Management]. No sentido funcional. Trata-se de um conjunto estruturado e interativo de processos e funções, entre eles: Planejamento Estratégico e operacional, Desenvolvimento Organizacional, relações de trabalho (motivação, supervisão, desenvolvimento de equipes, gerenciamento de conflitos, etc.), auto-gerenciamento (tempo, estresse, etc.). No Gerenciamento predomina a conotação técnica, é diferença da gestão.

Gerenciamento de Projeto

[inglês: Project Management]. Aplicação de conhecimento, capacidades, ferramentas e técnicas nas atividades do projeto a fim de alcançar os objetivos e satisfazer as necessidades dos seus stakeholders. Isto implica no exercício das funções de planejamento, organização, direção e controle.

Gerenciamento de Projetos Moderno (MPM)

[inglês: Modern Project Management]. O termo é usado para distinguir a abordagem ampla de gerenciamento de projeto (escopo, custo, tempo, qualidade, risco, comunicação, recursos humanos, aquisição e contratos e integração) da tradicional e mais estreita que enfoca apenas em custo e tempo.

Gerenciamento por Objetivos (GPO)

[inglês: Management by Objectives]. Abordagem gerencial que enfoca em metas para a organização e que valoriza relativamente pouco o planejamento. O processo começa com o estabelecimento de metas mensuráveis pela alta direção ou uma gerência. O planejamento pode ser feito imediatamente antes ou simultaneamente com a atividade, se tiver que ser realizado. Em GPO, o termo objetivo é usado como sinônimo de meta.

Gerenciamento por Projetos

[inglês: Management by Projects]. Abordagem sistêmica de gerenciamento de uma organização pela qual se organiza os processos gerenciais em projetos, utilizando instrumentos e técnicas de gerenciamento de projetos.

Gerente de Projeto

[inglês: Project Manager]. A pessoa designada pela organização executora para atingir os objetivos do projeto.

Gestão

Administração no sentido latu. Predomina a conotação política (tanto no setor público como em empresas privadas a "política institucional"), é diferença do gerenciamento. Geralmente, o termo gestão é vinculado ao gestor superior (p. ex., o Prefeito ou o presidente da empresa) ou se refere ainda a um determinado período (p. ex., uma legislatura).

Gestão do Conhecimento

[inglês: Knowledge Management]. É o fortalecimento sistemático das capacidades das pessoas e das organizações. Contribui para a capacitação contínua, facilita o intercâmbio ativo do conhecimento
e da aprendizagem mútua. Permite as pessoas aplicar e compartilhar o que j?aprenderam. A Gestão de Conhecimento est?voltada para a efetividade, eficácia, eficiência e inovação nas organizações.

Grupo-objetivo

São as pessoas às quais se destinam os benefícios de um projeto. Também denominado grupo-alvo ou usuários. Este grupo faz parte dos stakeholders, que são os envolvidos ou interessados no projeto.

H

topo

Habilidade

O que uma pessoa sabe fazer, o que domina. Sinônimo de aptidão, inclinação, vocação ou destreza.

I

topo

Impacto

Efeito negativo. Apesar do seu significado lexical, encontra-se frequentemente o uso de "impacto positivo".

Implementação

Fase de projeto. A realização da intervenção na situação inicial através de atividades planejadas a fim de alcançar mudanças significativas e positivas da situação. O mesmo que execução.

Indicador

Uma situação ou característica que serve como sinal comprobatório de um outro fato.

Indicador de Acompanhamento

Geralmente utilizado para especificar os resultados. São indicadores diretos, isto é eles estão diretamente ligados às atividades. Expressam diretamente em números (absolutos ou relativos) e/ou em palavras aquilo que diz respeito ao conteúdo de um resultado ou objetivo.

Indicador de Desempenho

Qualquer medição de características de produto ou processo utilizada pela organização para avaliar e melhorar seu desempenho e acompanhar o progresso.

Indicador de Efeito

São indicadores indiretos, ou seja, eles expressam os efeitos em nível de objetivo de um projeto e que são produzidos através dos resultados. Pode-se elaborar vários indicadores "aproximados" para descrever ou circunscrever os efeitos.

Informação

Fatos e dados processados dentro de um determinado contexto (de um projeto, por exemplo). Ver também sistema de informação.

Inovação

Capacidade de perceber, idealizar, estruturar e operacionalizar situações novas.

Inputs

[inglês]. Insumos; entradas. Conjunto de recursos e informações que são transformados através de processos em outputs (produtos ou serviços). Outputs de uma fase do projeto se transformam em inputs da fase seguinte.

Instituição

Estrutura decorrente de necessidades sociais básicas, com caráter de relativa permanência, e identificável pelo valor de seus códigos de conduta, alguns deles expressos em leis.

Instrumento

(de gerenciamento). Ferramenta que faz parte de um método de trabalho ou um procedimento e aplicada com determinada técnica. Exemplos de instrumentos de gerenciamento são: relatório formatado, formulário, reunião com determinada finalidade, comit? etc.

Integração

O processo de juntar e compatibilizar pessoas, atividades e outros recursos para desempenhar eficientemente.

K

topo

Know how

Conhecimento de normas, métodos e procedimentos em atividades profissionais, especialmente as que exigem formação técnica ou científica. Habilidade adquirida pela experiência; saber prático.

L

topo

Lições Aprendidas

[inglês: Learned lessons]. Instrumento de avaliação com enfoque nas experiências adquiridas no processo gerencial, visando a sua melhoria. Lições aprendidas são benefícios para a organização que procura melhorar o seu desempenho. Por outro lado, a avaliação de um projeto concentra nos resultados e objetivos alcançados, que é do interesse do cliente.

Liderança

Habilidade de direcionar e coordenar o comportamento de vários indivíduos diversos para a realização de um objetivo.

Lógica de Intervenção

Lógica vertical do Quadro Lógico. é a primeira coluna, segundo a qual, insumos e trabalho (atividades) aplicados produzem resultados, estes provocam um efeito (Objetivo do Projeto), que por sua vez contribui para um Objetivo Superior.
No Novo Quadro Lógico, a Lógica de Intervenção não inclui as atividades.

Lógica da Produção

Lógica horizontal do Novo Quadro Lógico que parte dos prérequisitos, passa pelos recursos necessários, as principais entregas e chega at?os resultados. O nome “Lógica de Produção? refere-se ao fato de que os resultados são produzidos pelo projeto, enquanto os objetivos do projeto e superior são efeitos da entrega dos resultados.

M

topo

Management

[inglês]. Em português pode significar: gerenciamento, gerência, gestão ou administração.

Marco do Projeto

[inglês: Milestone]. Entrega de um principal produto ou acontecimento de um evento que influencia o cronograma e que deve ser observado com maior atenção.

Matriz de Comunicação

Instrumento gerencial que relaciona e visualiza os principais documentos gerenciais e técnicos com os principais stakeholders, ou seja, autores, usuários ou beneficiários dos documentos. O instrumento contribui para melhorar a comunicação.

Matriz de Planejamento de Projeto (MPP)

Estruturação dos elementos mais importantes de um projeto e que permite a sua apresentação sistemática, lógica e sucinta. O mesmo que Quadro Lógico.

Matriz de Responsabilidades

Um instrumento gerencial para determinar e visualizar claramente as diferentes responsabilidades de cada membro da equipe.

Mentor

Pessoa que guia, ensina ou aconselha outra; guia, mestre, conselheiro.

Mentoração

Parte do processo de capacitação, durante o qual o mentor acompanha e orienta a aplicação prática dos conteúdos de um curso de treinamento.

Meta

[inglês: Target]. Etapa que é realizada para o alcance do desafio. Metas são fragmentos dos desafios e sua utilização permite melhor distribuição de responsabilidade, como também melhor controle dos resultados concretizados por cada elemento da equipe.

Método

Uma prática estabelecida, comum ou lógica, ou um processo sistemático para alcançar determinados fins com precisão e eficiência, geralmente numa sequencia ordenada de passos definidos.
Quando a maneira para executar um determinado trabalho é prescrito o método se torna procedimento.

Método de Moderação

Sistema de técnicas e métodos individuais para a condução de eventos participativos. Elementos centrais são visualização, técnicas de perguntas em grupos, participação ampla e ativa.

Método GPD

Método para o Gerenciamento de Projetos de Desenvolvimento. Enfoque metodológico que leva em consideração as especificidades de projetos que visam contribuir para o desenvolvimento. As organizações que realizam este tipo de projeto são geralmente órgãos públicos nacionais, bem como organismos de cooperação internacional para o desenvolvimento.

Metodologia

1.     A ciência dos métodos ou um arranjo ordenado.
2.     Um sistema de práticas, técnicas, procedimentos e regras usadas para trabalhar dentro de uma disciplina.?

Milestone

[inglês]. Literalmente: Marco. Entrega de um principal produto ou acontecimento de um evento que influencia o cronograma e que deve ser observado com maior atenção. O diagrama de Milestones, que visualiza estes marcos é instrumento gerencial importante, principalmente para o Sponsor e a Alta Direção.

Missão da Organização

Caracteriza a organização (quem é), a razão de ser dela (por que existe?), explicita a natureza do "negócio" (o que se faz?) e os valores orientadores (como se trabalha?).

Modelo

A descrição esquemática das características de um sistema, uma teoria ou um fenômeno. A abstração e simplificação da realidade visam facilitar a sua compreensão.

Moderação

Forma e modo de conduzir e orientar trabalhos em grupos, cuja finalidade é alcançar a participação ativa dos membros destes, assim como a orientação para objetivos e resultados. Também é chamado facilitação.

Moderador

Pessoa que facilita a comunicação entre os participantes de um evento e promove o processo de trabalho em grupos através da aplicação do método de moderação. Sua tarefa consiste em ajudar ao grupo no processo de encontrar um resultado comum. O moderador não necessariamente precisa ser especialista no tema tratado, mas tem que dominar os mecanismos da comunicação, dinâmicas e técnicas que facilitam o trabalho em grupo. Também é chamado facilitador.

Monitoramento

Função e atividade gerencial que visa o acompanhamento permanente e contínuo das atividades de um projeto e a apreciação quantitativa e qualitativa dos seus avanços.

Mudança

Inovação ou alteração em processos, técnicas e padrões comportamentais.

N

topo

Novo Quadro Lógico

[inglês: New Logical Framework].
Versão modificada do tradicional Quadro Lógico. Enquanto a parte superior com o Objetivo Superior e o Objetivo do Projeto com os seus respectivos indicadores e fontes de comprovação permanecem, h?as seguintes modificações na parte inferior:
Os resultados são desagregados em principais entregas, vinculadas a estas constam as informações sobre recursos e ainda os pr?requisitos para a realização do projeto. Estes elementos constituem a “Lógica de Produção? enquanto o conjunto de Resultados, Objetivo do Projeto e Objetivo Superior constituem Lógica de Intervenção
Os elementos Resultados e Principais entregas facilitam o subsequente detalhamento do escopo do projeto, usando a WBS.

O

topo

Objetivo

Estado positivo ou situação futura que se pretende atingir.

Objetivo do Projeto

[inglês: Outcome; purpose]. Descreve a nova situação que se pretende alcançar com a realização do projeto. Ele expressa as mudanças que ocorreram em relação ao grupo-objetivo.

Objetivo Superior

[inglês: Goal]. Descreve uma situação melhorada, para a qual um projeto pretende contribuir.

Oficina de Concepção

Evento que visa definir a base conceitual geral do projeto e produzir os subsídios para a Carta do Projeto, principal output da fase de concepção. Os inputs para esta oficina de trabalho são o Roteiro preenchido e outras informações complementares.

Oficina de Planejamento

Evento que visa definir a base para a implementação e o gerenciamento do projeto. A oficina é realizada com a equipe do projeto, levando em consideração as linhas mestre da concepção, vinculando-as aos recursos disponíveis. Aspectos que se destacam nesta oficina são: a definição do escopo do projeto, o seu desdobramento em atividades, a organização do trabalho e dos recursos humanos e a comunicação. Para cada aspecto são aplicados instrumentos diferentes que, no seu conjunto, levam ao Plano do Projeto.

Oficina de Replanejamento

Evento que se inicia com o monitoramento. São revisados e atualizados os principais elementos do Plano do Projeto. Se as mudanças forem significativas, o novo plano tem que ser aprovado novamente. O replanejamentoé recomendado depois da conclusão do alcance de Milestones importantes.

Oficina de Trabalho

O mesmo que workshop.

Operação

Um conjunto de atividades permanentes, repetitivas ou rotineiras, em diferença ao projeto, que é temporário e único. Um projeto pode servir para construir e implantar uma nova unidade. Depois do alcance do objetivo continua a operação da unidade por tempo indeterminado.

Operacional

Estar em condições para realizar operações. Após o planejamento geral, seja estratégico, ou seja, de um projeto, os objetivos são operacionalizados, a fim de averiguar as condições de serem realizados. Veja também Planejamento operacional.

Organização

1.   Companhia, corporação, firma, órgão, instituição ou empresa, ou uma unidade destas, pública ou privada, sociedade anônima, limitada ou com outra forma estatutária, que tem funções e estrutura administrativa próprias e autônomas.
2.   [inglês: Organizing]. Estabelecimento da estrutura formal de autoridade através da qual as subdivisões de trabalho são classificadas, definidas e coordenadas para o objetivo definido.

Organização Matricial

Forma de organização que visa otimizar o aproveitamento de diversos especialistas distribuídos (lotados) em departamentos funcionais de uma organização em torno de uma finalidade comum, de um projeto, por exemplo. Os membros da equipe são coordenados por um gerente de projeto, enquanto os vínculos com o departamento funcional de origem permanecem.

Organograma

Gráfico da estrutura hierárquica de uma organização. Num projeto representa as unidades e as relações de reporte e comunicação entre os stakeholders. O organograma apóia uma definição mais clara de papéis e responsabilidades.

Output

[inglês]. Produto ou serviço alcançado através da transformação de recursos e informações (inputs). Outputs de uma fase de projeto se transformam em inputs da fase seguinte.

P

topo

Pacote de Trabalho

[inglês: Work Package]. Um produto, serviço ou componente de trabalho do projeto no nível mais baixo de cada ramo da estrutura analítica do projeto. É a base para o desdobramento em atividades. O Pacote de Trabalho serve também para distribuir tarefas dentro da equipe.

PERT

[inglês: Program, Evaluation and Review Technique]. Uma técnica de gerenciamento de projeto e programa para determinar quanto tempo um projeto precisa at?a sua conclusão. A duração de cada atividade é estimada. A sequencia daquelas atividades que duram mais tempo é chamado caminho crítico e representa o tempo mínimo da duração do projeto. A representação gráfica é conhecida como diagrama PERT.

Planejamento

Fase no ciclo do projeto. Função gerencial que engloba a identificação, análise, estruturação de problemas e soluções, a definição de propósitos, estratégias, objetivos, metas, políticas, programas, projetos e atividades, bem como a coordenação das expectativas, crenças, comportamentos e atitudes, a fim de se alcançar de modo mais eficiente, eficaz e efetivo o máximo do desenvolvimento possível, com a melhor concentração de esforços e recursos pela organização.

Planejamento de Projeto

O processo de identificar os meios, recursos e ações necessários para alcançar o objetivo. Apesar de ser também uma fase do projeto, planejamento ocorre praticamente durante todo o ciclo do projeto. Metodologia específica para tornar os diversos elementos relevantes de um projeto coerentes e orientar o rumo das atividades.

Planejamento Estratégico

Metodologia gerencial que permite estabelecer a direção a ser seguida pela organização, visando um maior grau de interação com o ambiente. Trata-se de um processo contínuo durante o qual são definidos e revisados a missão da organização, a visão do futuro, os objetivos e os projetos de intervenção que visam a mudança desejada.

Planejamento Operacional

Processo de desdobramento do planejamento global de um projeto em atividades executáveis e gerenciáveis, considerando os recursos (humanos, materiais, financeiros e tempo) disponíveis. O produto deste processo é o Plano do Projeto.

Plano

Formulação do produto final da utilização de determinada metodologia de planejamento. Documento formal que consolida as informações, atividades e decisões desenvolvidas no processo. Descrição do curso pretendido das ações.

Plano de Atividades

Documento que registra as atividades previstas para o projeto, suas respectivas datas de início e fim e ainda, responsáveis e participantes. Est?relacionado às informações sobre o trabalho a ser feito.

Plano de Gerenciamento da Comunicação

Documento que registra como a comunicação do projeto ser?realizada, quais os participantes e suas respectivas responsabilidades. Também são definidos os meios de comunicação a serem utilizados e como ser?a comunicação externa ao projeto.

Plano de Marcos

[inglês: Milestone Schedule]. Cronograma resumido que identifica os principais marcos do projeto e suas datas.

Plano de Trabalho Individual

Documento que registra as atividades previstas para uma determinada pessoa e suas respectivas datas de início e fim. É parte do Plano de Atividades geral do projeto e visa facilitar especialmente o gerenciamento de trabalhos de equipes cujos membros têm pouco contato direto.

Plano de Transferência

[inglês: Handover plan]. Documento que registra como os resultados produzidos pelo projeto serão transferidos para uma organização que assumir?a responsabilidade para a sua manutenção e sustentabilidade. Inclui, ainda, a definição de medidas de preparação ou capacitação dos futuros beneficiários do projeto.

Plano do Projeto

[inglês: Project Plan]. Documento formal aprovado utilizado para orientar a implementação e o monitoramento do projeto Principal saída da fase de planejamento e base documental para decisões futuras do projeto. Trata-se de uma coletânea de documentos (plano parciais) que deve estar perfeitamente integrada, de forma a garantir que os vários elementos do projeto estejam adequadamente coordenados entre si. O Plano do Projeto deve ser revisado periodicamente em Oficinas de Replanejamento e adequado às necessidades de mudanças.

PMBOK® Guide

[inglês: The Guide to the Project Management Body of Knowledge] Abreviação em inglês de "Um Guia do Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos". A sua quinta edição foi publicada pelo Project Management Institute (PMI) em 2012.

Portfolio

Uma coleção de componentes de programas, projetos ou operações gerenciada como um conjunto para alcançar objetivos estratégicos.

Prérequisito

Condição necessária para que o projeto possa ser iniciado ou continuado. Parte da Lógica de Produção do Novo Quadro Lógico.

Problema

Estado negativo existente.

Procedimento

Um método prescrito (obrigatório) para realizar um determinado trabalho de uma maneira específica.

Processo

Conjunto de recursos e atividades inter-relacionadas que transforma entradas (insumos, inputs) em saídas (produtos ou serviços, outputs). Os recursos podem incluir pessoal, finanças, instalações, equipamentos, métodos e técnicas, numa seqüência de etapas ou ações sistemáticas.

Processo de Gerenciamento

[inglês: Management processes]. Estão associados é coordenação dos processos de produção, focando a eficiência e eficácia necessárias aos mesmos. Estes processos enfocam no gerenciamento dos stakeholders e da comunicação.

Processo de Produção

[inglês: Production processes]. Estão associados tanto é manufatura de bens como é prestação de serviços necessários para atender as necessidades dos clientes. Também chamados de processos-fim ou finalísticos.

Processos Principais

[inglês: Key processes]. Referem-se aos processos essenciais ao perfeito funcionamento da organização em todos os níveis (estratégico, tático e operacional), bem como para a consecução das metas estabelecidas.

Produtividade

Refere-se aos indicadores de eficiência na utilização de recursos.

Produto

[inglês: Output]. Resultado de atividades ou processos. Um produto pode ser tangível (como, por exemplo, equipamentos ou materiais) ou intangível (por exemplo, conhecimento ou conceitos). Em inglês também chamado deliverable. O PMBOK define produto como: "um objeto produzido, quantificável e que pode ser um item final ou um item componente."

Programa

Conjunto de projetos homogêneos ou semelhantes, coordenado de tal maneira que o esperado benefício é maior do que a sua execução individual.

Projeto

Um conjunto de atividades ou medidas planejadas para serem realizadas, com responsabilidade de execução definida, a fim de alcançar determinados objetivos e resultados mensuráveis (quantificação, qualificação e localização dos benefícios), prazo de duração limitado e considerando os recursos específicos (humanos, materiais, equipamento). O objetivo do projeto alcançado contribui para um objetivo superior. Um projeto cria produtos ou serviços únicos, inovadores, em diferença a operação, que são atividades rotineiras e repetitivas.

Projeto de Desenvolvimento

[inglês: Development Project]. São projetos que visam não apenas produzir algo tangível, senão principalmente provocar mudanças intangíveis, porém significativas. Projetos de desenvolvimento são fortemente influenciados por aspectos sociais, políticos, institucionais, culturais e comportamentais, o que gera um alto grau de incerteza para o planejamento e a implementação. De modo geral, existem organizações donas do projeto e organizações ou grupos que são beneficiários do mesmo.

Projeto de Implementação

[inglês: Deployment Project]. São projetos predominantemente técnicos, às vezes chamados de projetos de engenharia. Grande parte da organização e dos processos destes projetos é conhecida e, por isso, pode ser implementado com menor grau de incerteza e maior rapidez.

Projeto de Intervenção

Projeto com a intenção de intervir numa situação social, relativamente complexa, a fim de transformar a situação no sentido de um desenvolvimento sustentável.

Projeto Estratégico

Projeto com capacidade específica de provocar um efeito multiplicador ou de desencadear um processo de desenvolvimento, orientado por um plano estratégico.

Q

topo

Quadro de Atribuições

Instrumento de planejamento da organização do projeto, complementando o organograma do projeto, através da descrição das funções e responsabilidades.

Quadro Lógico

[inglês: Logical Framework]. Estrutura dos elementos e informações mais importantes de um projeto. A matriz permite a sua apresentação sistemática, lógica e sucinta. O quadro contém uma descrição da lógica de intervenção, incluindo o objetivo superior, ao qual o projeto pretende contribuir, o objetivo do projeto, definindo a situação futura desejada ao final do projeto, os resultados esperados, que são os bens e serviços que o projeto produzir?e com os quais se alcançar?o objetivo do projeto, e as atividades principais necessárias para a produção dos bens e serviços. As atividades previstas são compatibilizadas com os recursos disponíveis.
Veja também Novo Quadro Lógico.

Qualidade

Totalidade de características de uma entidade (atividade ou um processo, um produto, uma organização ou uma combinação destes), que lhe confere a capacidade de satisfazer as necessidades explícitas e implícitas dos clientes.

R

topo

Recurso

A identificação das alocações ao longo do processo decisório (equipamentos, materiais, humanos).

Replanejamento

Repetição de todos ou de alguns dos processos de planejamento, baseada nos avanços constatados e adequados à situação do projeto. Replanejamento pode resultar apenas na atualização dos documentos de planejamento operacional ou pode resultar na redefinição de datas, produtos ou at?objetivos. Conforme o grau de mudança necessário, o sponsor do projeto precisa aprovar o plano atualizado.

Responsabilidade

Em Gerenciamento de Projeto, responsabilidade tem dois significados:

(1)  

dizer respeito à pessoa que está encarregada a fazer um determinado trabalho (inglês: Responsibility), ou

(2)  

dizer respeito à pessoa que responde administrativamente, se algo sair errado (inglês: Accountability).

Resultado

[inglês: Output]. Um bem ou um serviço produzido pelo projeto. Ver também saídas. Na área de Administração de Empresas, resultado geralmente está relacionado benefícios financeiros ou estratégicos da organização.

Retroalimentação

[inglês: Feedback]. Processo de comunicação que reage a uma informação. Elemento fundamental na comunicação humana e especialmente para trabalho em equipe.

Risco

A probabilidade de um efeito indesejável.

S

topo

Saídas

[inglês: Outputs]. Produtos ou serviços alcançados através da transformação de recursos e informações (entradas). As saídas de uma fase de projeto se transformam em entradas da fase seguinte.

Seminário

Reunião de um grupo de pessoas com o propósito de debater um tema proposto. Ver também workshop e curso.

Sinergia

[grego Synergía]. "Cooperação". Ato ou esforço de vários órgãos na realização de uma função. Associação simultânea de vários fatores que contribuem para uma ação coordenada. Ação simultânea, em comum.

Sistema

Conjunto de partes interagentes e interdependentes que, conjuntamente, formam um todo unitário com objetivo e efetua uma função.

Sistema de Gerenciamento

Conjunto de estruturas organizacionais, instrumentos gerenciais e procedimentos administrativos que definem como uma organização ou um projeto é gerenciado.

Sistema de Informações

O processo, estruturado e interativo, que envolve pessoas, máquinas e procedimentos, desenhado para transformar dados em informações.

Sistema de Informações Gerencias (SIG)

O processo, estruturado e interativo, que envolve pessoas, máquinas e procedimentos, desenhado para transformar dados em informações que são utilizadas na estrutura decisória da organização. O processo inclui a coleção, o registro, a seleção e distribuição de informações pertinentes para as partes interessadas.

Sponsor

[inglês]. "Patrono do projeto". Indivíduo que se engaja pessoalmente em favor do projeto, sem assumir funções gerenciais, para facilitar a realização de um projeto. A pessoa tem que ter autoridade formal suficiente para poder ajudar a remover possíveis obstáculos que podem confrontar o projeto.

Stakeholder

[inglês]. Qualquer organização, parte dela, grupo ou pessoa interessada ou envolvida no projeto, seja por ser responsável, financiadora, executora, beneficiária ou afetada. Também chamados "partes interessadas" ou "envolvidos".

Sustentabilidade

Qualidade de um sistema que é sustentável; que tem a capacidade de se manter em seu estado atual durante um tempo indefinido, principalmente devido à baixa variação em seus níveis de matéria e energia; desta forma não esgotando os recursos de que necessita. Ver desenvolvimento sustentável.

Suposição

?um fator externo a um projeto, não controlável pela gerência, mas que pode influenciar o seu desempenho. Representa um risco, cujo possível impacto deve ser estimado e seu desenvolvimento monitorado.

T

topo

Tarefa

Conjunto (relativamente pequeno) de atividades. Tarefas podem ser agregadas em atividades principais.

Técnica

?o modo de fazer de forma mais hábil, mais segura e perfeita uma atividade qualquer.

Tecnologia

O conjunto de conhecimentos que são utilizados para operacionalizar as atividades da organização para que seus objetivos possam ser alcançados.

Termo de Encerramento

Documento formal, emitido por quem aprovou o projeto e aceitou os seus resultados, que registra que o projeto concluiu as suas atividades e deixou de existir.

Termo de Referência

Documento técnico que define o escopo, objetivos, tarefas, prazos, produtos e procedimentos para a realização de um determinado serviço contratado. Os Termos de Referência são a bases técnica para a contratação.

Treinamento

Atividades específicas que visam o aperfeiçoamento e a ampliação de conhecimentos e habilidades j?existentes.

U

topo

Usuário

Pessoa, grupo de pessoas, organização ou área de uma organização a quem se destina um determinado produto.

V

topo

Visão

Estado que a organização deseja atingir no futuro. A visão tem a intenção de propiciar o direcionamento dos rumos da organização.

Visualização

Registro escrito de declarações, desenhos ou gráficos em um cartaz visível e legível para o plenário. Importante é não apenas o produto final num cartaz, mas também o processo da elaboração do seu conteúdo. A visualização torna discussões mais objetivas. Elemento central do método de moderação.

W

topo

WBS

[inglês: Work Breakdown Structure].
Estrutura Analítica do Trabalho, também conhecida como Estrutura Analítica do Projeto (EAP).
Instrumento para a definição e gerenciamento do escopo do projeto, que é graficamente desagregado em entregas manejáveis. A WBS mostra a relação de cada entrega com o produto inteiro, o componente do projeto e o seu objetivo.
Ela pode ainda ser usada para visualizar as responsabilidades e os recursos necessários para cada entrega e assim facilita o monitoramento do projeto.

Workshop

[inglês]. Oficina de Trabalho. Reunião, geralmente conduzida por um moderador, onde o propósito é produzir algo coletivamente (por exemplo, plano de trabalho, elementos para um plano estratégico, etc). Os workshops mais freqüentes em Projetos Demonstrativos são: Oficina de Concepção; Oficina de Planejamento e Oficina de Monitoramento e Replanejamento. Ver também seminário e curso.

Z

topo

ZOPP

[alemão: Zielorientierte Projektplanung]. Planejamento de Projeto Orientado para Objetivos. É uma metodologia para a estruturação de processos de planejamento participativo que faz parte do gerenciamento de projeto. Consiste de elementos de análise e de planejamento e utiliza a moderação como método de trabalho. Integra um conjunto de técnicas e instrumentos gerenciais. O instrumento centralé a matriz de planejamento de projeto, o mesmo que Quadro Lógico.

 

2016 © Sisaag.